26.12.12

Eu sei que as minhas palavras não são de todo as mais bonitas nem as mais difíceis de pronunciar. Sei que a minha linguagem não é tão vasta como gostaria e que a minha concordância não é das melhores. Mas ainda assim insisto em escrever-te. Em escrever-te de coração, do fundo da minha límpida alma com a esperança de te fazer apaixonar por mim a cada manhã, a cada suspiro meu. 
Desculpa se na maioria das vezes não me soube expor e não tive palavras que te cativassem, mas eu sou assim: reservada. Guardo para mim a maior dor e a maior alegria. Não sei partilhar. E também não sei receber. Costumam comprar-me com um bichinho do mato e, sinceramente, por vezes caio no erro de também concordar com tal. Na verdade fico-me sempre por aquilo que acho que basta e nunca vou muito além. Poupo-me. Guardo-me para momentos que sei que nunca vão chegar e é ridículo achar que preciso de tanta força e coragem. Escrever é tudo o que sei, é tudo o que me faz bem e me motiva realmente. Não sou a melhor, estou bem longe, mas para mim fazer algo que realmente me dá prazer é o melhor de tudo, entendes? É como jogares futebol numa equipa mas o teu treinador insistir em deixar-te no banco: não estas a jogar, porque provavelmente não reconhecem o teu valor, mas estás lá e podes orgulhar-te de dizer que fazes parte da equipa Fulano que ganhou a Sicrano. 
Sacias-me as palavras. És o meu monstro. Mas ainda assim gosto de ti e tenho incontroláveis vontades de correr para os teus braços... Aqueles que um dia me viram partir.

ficticio

51 comentários:

Sentimentos Incontrolados disse...

Já não há esperança possível...

inês geraldes disse...

obrigada!

humana inconsciente disse...

obrigada doce!

Sentimentos Incontrolados disse...

A minha já morreu. Já não há nenhuma restiazinha de nada. Foi-se tudo. E é triste quando a esperança se acaba. Já não há nada onde me agarrar.

Claire disse...

Fico encantada com cada palavra tua que leio ´+.+
Foi o meu namorado que me ofereceu, cheira mesmo bem!!

inêsquatorze disse...

é mesmo! a parte má, para mim, é ter consciência que cometo esse erro e ainda não consigo mudá-lo

martasousa disse...

obrigada linda :)

DanielaFilipa disse...

está lindo e adoro a música!

Sara C disse...

está tão lindo!
é horrível mesmo, e sinto o coração a apertar por ter de escolher uma dessas pessoas. é difícil.

Sentimentos Incontrolados disse...

Tenho que lutar é para esquecer agora...

Ana disse...

Obrigada querida ♥

Marta Almeida disse...

Muito obrigado pelas palavras querida! :)

cher disse...

(desculpa só responder agora) obrigada!

Claire disse...

Eu adoroo mesmo

Marley disse...

Escreves mesmo bem, adoro! obrigada querida :) também sigo *

Ana disse...

Aconselho-te querida! Já o comecei a ler e estou a gostar imensooo! ♥

nicolemorais disse...

Espero que sim! Obrigada:) gostei muito.

DanielaFilipa disse...

nada que agradecer, sabes bem (:

danieladias disse...

Adorei :)
Espero que tenhas tido um excelente natal, querida!

Pat disse...

amanhã à tarde já estamos juntos! adorei :)

sílvia sampaio. disse...

muito obrigada! bom blogue, claro que segui de volta :)

sophia disse...

obrigada princesa. que bonito que isto está, gostei muito

Marley disse...

De nada princesa (:

beatriz disse...

Obrigada linda, esperemos que sim!*

Jéssica Reis disse...

Pois, mas há que reconhecer que muita gente segue por seguir para que a outra pessoa siga de volta, tendo mais seguidores. Mas pronto, é sempre bom haver quem goste mesmo :)

Renata disse...

Obrigada princesa, segui de volta*

dsfashion disse...

like your blog!check mine if you want!want to follow each other?thanks

Claire disse...

Não sei se consigo.
Já não me lembro do que era :o
Desculpa!!

Inês disse...

Sem dúvida. Muito obrigada e sigo de volta!

disse...

obrigada!

Marisa Engenheiro disse...

É o que mais quero minha linda. E enho tanto receio de nao o conseguir.

Ana. disse...

haha tambem me costumam dizerem que pareço um bicho do mato s:

escreves muito bem querida

Sentimentos Incontrolados disse...

Obrigada querida :)

Inês disse...

Oh, está lindíssimo! Vou seguir-te, gostei muito.

may rose disse...

oh a sério que gostaste?
pode custar escrever para aquele que nos magoa, ou não nos deixa mostrar afecto mas no fundo vale a pena, vale a pena pelos dois :)

Catarina Francisco disse...

gostei imenso do teu blogue, beijinho*

Mel disse...

"E foi então que me disseste que eu tinha sido uma grande paixão, a pessoa mais importante da tua vida, que ninguém te conhecera tão bem como eu e te amara de forma tão maravilhosa e brutal, mas que isso pertencia a um lugar que já não existia e tu querias andar para a frente."
Sei que não é um excerto da tua publicação, mas assim que a li não poderia deixar de comentar. Foi exactamente isso que li, à uns tempos atrás...e é ainda isso que magoa nos dias de hoje. É terrível.

O Caramelo mais doce disse...

Como te compreendo! Quanto maior é o mostro, mais gostamos da pessoa!

claire disse...

as tuas palavras são sim as mais bonitas

Olivia Rose disse...

gostei tanto e vou seguir :)

Renata disse...

Não tens de que doce. Ainda bem que o achas :)

martasousa disse...

r: tb faço no queixo.

Ana. disse...

oh obrigada eu querida

Marisa Engenheiro disse...

Sim, mas eu não sou estavel numa relação e tenho noção disso, e so nao o quero perder

Pat disse...

ainda bem mesmo! de nada :')

Adriana Teles disse...

Olha uma coisa, o nome deste blog deve-se ao livro da M.R.P. ? :p

Marley disse...

Obrigada meu anjo! Eu também gosto imenso do texto :)

Branca de Neve disse...

muito obrigada querida (:

Claire disse...

Boa passagem de ano!
Beijinhos!

Vanessa ൪ disse...

obrigada linda *

sophia disse...

ora essa doce