4.1.13

2ºCarta
Foste o furacão Katrina que avassalou o meu coração mas que jamais se lembrara de ir embora. Se por vezes, entre as voltas que a vida dá, te perdes noutro coração bem longe de mim e dissipas todo o desejo, logo a seguir anuncias-te e eu dou-te as boas vindas já preparada para outra arrebatadora chegada. Porque na verdade, eu não sei existir longe de ti. Completas-me de uma forma invulgar: adoro chamar-te poste ou algo do género devido ao teu tamanho, porque comparada contigo sou um verdadeiro anãozinho, "um metro e meio" dizes-me tu; chamo-te de neurótico e depressivo mas na verdade quem ultrapassa os limites dessas palavras sou eu; eu sou toda errada e tu és o meu único e verdadeiro concerto; nós somos complicados, mas somos nós e isso jamais, em tempo algum, alguém poderá ser. E era só isso que te queria poder mostrar, algum dia, e não tarde demais de preferência. Porque há certas coisas que com o passar do tempo desgastam, cansam e tornam-se repetitivas demais para viver a longo prazo e eu evito passar o resto da minha vida presa a uma memória do passado. Porque de amor ninguém morre, mas também ninguém vive, meu querido. E embora custe, por vezes temos de avançar e continuar o caminho que escolhemos, sem olhar para trás e (re)viver mágoas do passado. Já perdi demasiado tempo parada enquanto os outros avançavam de acordo com o tempo. Agora é a minha vez. Eu preciso de avançar. Aceitas o meu convite? 

fictício 

35 comentários:

Bernardo disse...

wow, sentido! :)

Bernardo disse...

r: não tens de agradecer :D

RitaValente disse...

Começas a derreter-me o coração com todas as palavras que deixas nos meus textos! Obrigada mesmo!

danieladias disse...

Do inicio até "alguém poderá ser.", identifico-me a 90%! Sabes qual foi a primeira coisa que o meu namorado me chamou? "Porta-chaves", porque ele é enorme e eu sou pequenina :$ tiraste-me a maioria das palavras da boca. Adorei, adorei mesmo! Estas cartas estão a ser fantásticas. Espero ansiosa pelas próximas!
E, como tu disseste, custa avançar mas não podes ficar presa a algo que já é passado. Pelo menos, para um de vós. Desejo-te o melhor e sabes disso! Qualquer coisa estou aqui, querida :)

RitaValente disse...

Obrigada, do coração <3

Claire disse...

Sim o minus pertence ás mesmas pessoas mas no blog tem a opção de fazer download pelo Google Docs ou pelo minus.
Atraves daquele Link é mais rápido para chegares aos livros organizados (já com imagens dos livros do autor, assim já sabes quais sao os livros que tem daquele autor sem teres de abrir nova página).
O minus esteve desativado um tempo mas agora já funciona.
Maioria dos livros está lá.
Outros mais recentes estão também no Google Docs que na minha opinião é mais fácil de fazeres download.

Espero que te tenha exclarecido.

Cláudia Ribeiro. disse...

muito obrigada!
está lindo.

Cláudia Ribeiro. disse...

de nada.

danieladias disse...

A sério.
Sabes?! Acho que o pior, no meio disto tudo, é eles nos conhecerem bem demais. Porque sabem o que nos magoa e, no entanto, cometes os mesmos erros.

Catarina disse...

como sempre lindo. e obrigada pela força **

Diana Garcia disse...

está lindo querida! gostei do blog *-*
beijinhos*

Emanuela Teixeira disse...

faz tanto sentido.. adoro!

danieladias disse...

Como te compreendo, minha querida. É sempre o mesmo dilema. Mas nós, raparigas, somos fortes!

Sentimentos Incontrolados disse...

Estas unhas não são minhas. É apenas uma imagem que vi no google para vos mostrar as tais manchas.
Haha, era bom era. Sempre achei isso a maior estupidez xD

mya. disse...

Mesmo. Daqui a nada chega a altura de decidir o que quero e não faço ideia. Sempre tive o sonho de seguir dança, mas e se não conseguir? O que quero depois? Não sei! :\

Daisy disse...

oh, não tens nada que agradecer :)

mya. disse...

Infelizmente temos que ter sempre segundas opções, e por vezes até terceiras :\

cher disse...

gosto disso (:

Sentimentos Incontrolados disse...

Desculpa de quê?
Oh, mas se não fosse a pessoa de quem eu gosto, também não era assim tão bom xD

Sentimentos Incontrolados disse...

As pessoas inventam cada coisa mais estúpida.

danieladias disse...

O problema é que nem sempre dá para aguentar tudo :s

Diana Garcia disse...

Obrigada querida <'3

danieladias disse...

Nem sempre é fácil.

danieladias disse...

Não devíamos ser tão frágeis.

wendy disse...

espero que sigas em frente e que desta vez, o teu furacão katrina não entre em acção . também eu descrevi o meu ex. como furacão, mas ele acabou mesmo por destruir uma parte de mim

Claire disse...

Obrigada, quando quiseres falar de algo mais rápidamente do que por comentários usa-se a caixa de diálogo assim nao demoro tanto a responder!

Sentimentos Incontrolados disse...

Podes crer, é mesmo.

daniela disse...

oh, que lindo!!

se tiverees twitter segue-me: @danielacduarte :))

Milex disse...

not bad, darling

Claire disse...

Adorei aquela frase!
Espero que esteja tudo bem contigo!
Escreves tão mas tão bem que eu adoro ler!

Agostinho Barros disse...

uma carta que apesar de fictícia é sentida , gostei imenso **

PS: http://youleave-me-breathless.blogspot.pt/ este é o meu novo blog, segue e dá opinião, sigo de volta *

Agostinho Barros disse...

é verdade que tudo sagra, mas o que sangra acaba por sarar , obrigado por tudo *

http://youleave-me-breathless.blogspot.pt/

claire disse...

eu vou contar-te uma coisa,que talvez ja tenhas ouvido milhares de vezes mas sei que é sempre bom ouvir coisas boas,mesmo que seja vezes sem conta. quando começamos a ler-te, e tenho a certeza que não sou só eu,não dá como ficar a meio ou desistir antes de chegar ao fim.não dá.porque tu agarras quem te lê com as palavras, e só vais soltando à medida que vamos chegando ao final. e com isto quero dizer que escreves de uma forma fantástica que nos prende até ao fim. e isso há pouca gente que o consegue fazer. parabéns:)

may rose disse...

isto está um doçura e obrigada pelas palavras, foste um amorzinho :)

Mariana disse...

essa pequena frase resume tudo