7.12.10

The first of the first - 5ª e ultima parte

Daqui a uma semana fazia exactamente um ano que eu partira. Um ano ! É verdade, já estávamos nas férias do Verão e quão rápido o tempo passou, para vocês que lêem isto. Mas para ele não. Foi um ano de completa desgraça e de amargura. Desde a ultima carta que ele enviara, eu nunca mais respondera. Porque não queria ? Porque tinha outro ? Pois bem, estas eram as perguntas frequentes que andavam à volta da sua cabeça. Um incógnito rapaz sem sentido nenhum no Mundo, agora. E eu, estaria bem ?
"Afastaste - te e não consigo perceber o porquê disto, se tu e eu éramos um só."
Sim, isto foi exactamente a única coisa que ele me mandara. Chegou - me às mãos poucos dias depois. Senti - me aflita e uma criança quando a sua mãe parte, ao ler aquilo. Houve um momento de paralisação, de estranheza e depois de dor. Lembrei - me nitidamente dele e da primeira vez que o conhecera. Percorri com os meus grandes olhos pretos toda a gente que se encontrava na praceta naquele momento. À procura dele ? Dizem que sim, quem sabe... Só sei que quando cheguei a casa fui rapidamente fazer as malas e de repente parei e olhei - me ao espelho. Às vezes vermos - nos do outro lado é bom, dá - nos uma certa nitidez da realidade e do que acontece. 
Eram precisamente 12:00 horas quando cheguei, finalmente, ao Porto. E sabem que dia era aquele ? O próprio dia em que eu também partira. Não lhe disse nada, somente procurei - o pela cidade. Ele encontrava - se na praia a remexer na areia. 
Numa sintonia de transições ouviu ao longe o seu nome. Virou rapidamente a cara e avistou ao longe uma rapariga de cabelo comprido preto. Foi instintivo e levantou - se logo. Parecia que o seu coração lhe dizia que era eu e a sua esperança renasceu, de novo. Correu a praia toda e veio ter comigo. 
- R. ? Não, não, não....
E abraçou - me novamente, com aquele doce aroma e doçura que eu tanto presava. 
- Sim sou eu.
- Onde estiveste tu ? Estás bem ? O que se passou ? Vais ficar aqui ?
- Calma, calma ! Eu estou bem, agora sim. E vou ficar aqui, pelo menos por agora.
- Recebeste as minhas cartas ?
- Recebi. Desculpa, fui inconsciente, parva e egocêntrica. Mas naquele momento era só aquilo que me passava pela cabeça. Eu precisava de conhecer pessoas novas, ideias e de me afastar daqueles todos que eu conhecia com a palma da minha mão. Às vezes aborrece conhecer o incerto, sabes ?
- Ainda te amo... Ainda quero ser teu e ser o homem da tua vida. Por favor R. fica aqui, não por mim, mas por todos.
- Admiro essa tua importância com os outros, sempre admirei e tu sabes. 
- A única coisa que me importa agora és tu R. és tu ! Eu amo - te tanto !
E beijou - me. Sim... beijou - me como da primeira vez. Voltei a sentir borboletas na barriga e um frio a percorrer - me a espinha. 
E este... foi o preciso momento em que eu me apercebi que o amava com tudo o que tinha. Afinal... o nosso amor foi mais forte que a distância. Nem sempre é assim, mas quando a esperança ainda reside, nem que seja um bocadinho, em nós tudo se torna possível. Não me arrependo de tudo o que fiz, pois isso fez com que me mostrasse quem era realmente a pessoa que eu amava e com o que eu podia contar. Eu admirava - o imenso, mas ainda assim tinha receio. Mas e agora ? Sim, vou ficar com ele e amá - lo até não me restar uma pinga de sangue. Ele completa - me e isso basta - me. Dá - me o amor que eu sempre quis e além disso quer ser um homem. O meu homem ! E hoje em dia isso é muito raro.

Muito obrigada a vocês todos meus queridos seguidores. Espero que tenham gostado e mais uma vez, obrigada por tudo !

78 comentários:

Marta ' Ferreira disse...

LINDO! AMEI MESMO!

ana cristina disse...

está lindissimo, chorei :'$

Catarina Bessa disse...

És realmente fantastica (:

ana cristina disse...

não estou a gozar! superaste, tudo!

Catarina Bessa disse...

Olha me so para este texto. Diz tudo (:

Jú S disse...

Wow, não podia ter um final mais bonnito!

Andrea Soares disse...

Lindo !

Tânia Monteiro. disse...

está liiiiindo *.*
quero mais!

Jú S disse...

Ahah, por isso é que partilhei com vocês :D
Siiim querida! Adorei mesmo, já esperava um final arrebatador de ti, mas superaste as minhas expectativas, confesso :)

Catarina Bessa disse...

Não me contraries amor. Acredita em mim (:

Tânia Monteiro. disse...

mas está lindo, lindo, lindo *

Andrea Soares disse...

OBRIGADA RUTE **

Marta ' Ferreira disse...

Não estou a 100%, mas também ja estou a melhorar querida... A vida prega-nos rasteiras e nós somos obrigados a viver com essas feridas...
Isto aos poucos e poucos passa amor.
Obrigada por tudo <3

JoanaSantos disse...

muito simpatica :)
adorei a historia :o

catia gonçalves disse...

perfeito :$

simple writer disse...

se gostei :D

Marta ' Ferreira disse...

Obrigada linda ;)

simple writer disse...

o amor é mais forte que a distancia quando é verdadeiro :) este teu ultimo paragrafo ja o vivi na realidade.

inês disse...

aiii, está lindo amor1 :o

Mariana disse...

iuuuupi, um final feliz!
está lindo, mesmo lindo. quero mais destes textos *-*

Vanessa disse...

de nada *

SP disse...

De nada :D
Está LINDO, LINDO, LINDO *.*

Ruben Lopes disse...

Happy ending ! :D

joey disse...

a cada texto que passa escreves melhor amor!
ADORO-TE (L)

pat disse...

muito obrigada rute, eu também gosto muito. adorei este post! parabéns

Mélancclie disse...

Obrigada! Tinha imensas saudades de vir aqui e de receber os teus comentários (:
Beijinhos

ana disse...

ai, adoreeeeei! *.*
escreves mesmo mesmo bem!

simple writer disse...

o mérito é teu minha querida :)

simple writer disse...

esta magnifico :D

DS disse...

gostei imenso

ana disse...

obrigado :) eu acho que escreves, sou muito sincera!

Daniela disse...

Wow está tão lindo *-*
Amei (:

PauloMitchell disse...

Mas deixar de escrever no blogue, Rute? Não podes. Tens imenso pessoal! Vê bem aquilo que escreves - é fantástico.

Não nos deixes deprimidos sem as tuas frases!

Ruben Lopes disse...

Obrigado Rute (;

ana disse...

:)

Alexandra disse...

texto lindissímo :3

anacarina. disse...

amei , amei , amei o:
- sim , acho que sim .. obrigada pela força (:

Tânia Monteiro. disse...

Sim, costuma-se dizer que quando se gosta, as coisas passam rápido :p

Isabel disse...

Está fantástico *.*

PauloMitchell disse...

Mas nunca pares de escrever!

Tânia Monteiro. disse...

não sejas tonta :O

Tânia Monteiro. disse...

Claro que és :)

ana cristina disse...

está perfeito :')

PauloMitchell disse...

Quando é o coração a ditar as palavras, todas elas fazem sentido.

JoanaSantos disse...

não tens que agradecer querida :)

Daniela disse...

De nada minha querida :)
Simplesmente disse a verdade :D
Está mesmo lindissimo :D
Ah e muitas felicidades *-*

Daniela disse...

Mas pronto linda (:
Está lindo na mesma :D

juliesousa. disse...

lindo! :)

Jú S disse...

que tola! a sério que tá lindo :)

sandra disse...

acho, acho mesmo :)

Catarina Bessa disse...

Amo o Natal amor (:

Seek Happiness (I give up) ♥ disse...

Eu sei. Eu sei que a história é inventada. Estava a falar mesmo de ti. :$
Adorei o final !

ana cristina disse...

e acho que fazes muito, muito bem!

Ana Rita disse...

mais que perfeito *.*

joanabogalho disse...

já te tinha dito ontem quando tive oportunidade de ser a primeira(?) a ler. sinceramente? acho que cada vez escreves melhor, as tuas palavras parecem actos. está lindo meu amor , L-I-N-D-O !

Cátia Mourisca disse...

MAIS UM TEXTO LINDO!

maria inês disse...

é pena ser a última parte, mas está fantástico, está perfeito! <3

maria inês disse...

como não tens?
isto ficou liiindo *-*

Daniela disse...

Não tens que agradecer minha querida :)

annie disse...

está perfeitinho :')

Amêndoa disse...

mesmooo amor!*

maria inês disse...

eu confesso que já o li duas vezes, está simplesmente fenomenal *-*

adriana. disse...

não boneca! tu *

Vanessa Gomes disse...

obrigada querida (:
eu já superei há bastante tempo querida, o tempo cura tudo *
está lindo !

joanabogalho disse...

ou isso amor xD

Joana disse...

sim, as saudades são sempre dificeis :l
obrigada. adorei *

Hapi disse...

Obrigada (:

Aniinhas disse...

que texto tão maravilhoso :$

ana cristina disse...

cala-te, são lindos *.*

ana cristina disse...

eu adoro mais as tuas historias :D

maria inês disse...

oh, e tu, mesmo um amor :)

yasmim disse...

obrigada princesa.
ai não escreves? então imagino-me a mim :o
a sério, acredita que escreves lindamente. eu adoro o que escreves, seja inventado ou não. mas de facto , são perfeitos !

maria inês disse...

ohhh :$
obrigadaa *

ana cristina disse...

escreves lindamente *-*

ana cristina disse...

comparada contigo, não valho nada!

Joana disse...

não tens de agradecer! :)

Al* disse...

amei , amei mesmo ! Decidi só comentar depois de ler , depois de ver o que ias fazer e acredita que gostei imenso. Surpreendeu-me, pensei que fosses acabar com o final triste. mas gostei na mesma. apesar de que por vezes, nao se consegue um final como o que tu criaste :'(

mas gostei, amei, alías - sabes o que penso em relação ao que escreves e a intensidade que pões nas palavras, amo, mesmo ! e quero que continues !

Beijos, Al*

catraia disse...

falando a sério: já pensaste em escrever um livro?