30.5.10

Recordações


Tenho andado distante deste mundo. Mundo silencioso e calmo, onde entre palavras e frases caminho e reflicto.
Como simplesmente um simples rapaz conseguiu destruir tudo o que eu tinha construído com imensa dificuldade ? Como um simples rapaz teve a capacidade de mover o meu mundo para bem longe ?
E agora cabe-me a mim move-lo novamente para mim, para o local donde nunca deveria ter saído. E será que terei a capacidade que tu tives-te ?
Mas, até foi bom, aprendi muitas coisas, e simplesmente soube que nunca me amas - te. Nao te vou condenar por isso, nem atirar à cara. A culpa nem foi tua, talvez até tenha sido minha. Mesmo assim ocupas-te um lugar demasiado importante dentro de mim, lideras-te durante vário tempo, mas ontem, o tempo veio até mim e afirmou com frieza que agora serias só uma boa recordação, e nada mais.
Prometi-lhe tentar fazer isso. Mas . . . será que conseguirei ?

O mundo dá voltas e voltas, mas a maior volta foi a que o meu mundo deu ! Vivemos num mundo de revolta e só nós poderemos fazer com que essa revolta não entre no nosso mundo à parte !

6 comentários:

Anónimo disse...

Que liindo amoor +.+

Anónimo disse...

tens mesmo geito bebe :P

Anónimo disse...

Que fofo anjo ! (:

Anónimo disse...

aii , amoor os teus textos estao tao lindo *.*
amo-tee (LL)
by:suh

Marta D'Almeida disse...

estou apenas a ser eu mesma :$
mas obrigada pelo elogio *

Maggs , disse...

Está tão lindo fofinha. Eu prometi que ia comentar mas acabei por me esquecer - desculpa :c

Mas tu já sabes o que penso da tua escrita <3
Beijinhos