12.1.13

3ºCarta
Sinto saudades da tua presença. Do aroma. Do modo como nos amávamos todos os dias sem excepção. Das sensações que os teus lábios juntos aos meus causavam. De ficar a pensar no quão sortuda era por te ter. De me perder nos teus olhos por muito e muito tempo. Mas acima de tudo, sinto saudades de te conhecer. Sabia de cor cada sorriso teu e cada olhar por mais estranho e vulgar que parecesse. E os teus sorrisos, ah... esses eram os melhores. Nunca ninguém sorriu para mim da forma que tu sorriste e nunca ninguém me olhou com olhos de quem ama e deseja eternamente, ainda que o eterno seja uma questão de opinião. Cada vez que penso em ti, o que é quase sempre, só sinto saudades daquilo que vivemos e também do que ainda não vivemos, embora acredite que os nossos caminhos, por muito difícil que pareça, estão destinados a ser um só. Sentir saudades sempre fez parte do meu ser. Sinto saudades de tudo. Sempre andou de mãos dadas comigo. Saudades de ser feliz ao teu lado. Saudades de ouvir a voz da minha felicidade e do meu abismo. Saudades de todas as juras de amor de inconscientes jovens apaixonados. Saudades de quem me faz viver de saudades. 

fictício


11 comentários:

Sara Filipa disse...

adorei :)

Sara Filipa disse...

De nada :)
Muito agradecida *

danieladias disse...

Omg, que lindooooooo! Adorei, minha querida :)

danieladias disse...

A de ganga escura, fofinha :)

danieladias disse...

Siiim :) obrigadaa *.*

mary disse...

boa noite. aqui fica o link, http://cigarettesandteawithmary.blogspot.pt/ . a partir de hoje o made in china já não está aberto para visitas. um beijinho e espero que fiques comigo

maaarta* disse...

ainda bem :)
que texto lindo !

Claire disse...

''Saudades de ser feliz ao teu lado. Saudades de ouvir a voz da minha felicidade e do meu abismo. Saudades de todas as juras de amor de inconscientes jovens apaixonados. Saudades de quem me faz viver de saudades. ''

Cada vez mais eu adoro a tua escrita!
Cada vez mais +.+

emma disse...

adoro, adoro princesa.

Martinha disse...

amigos verdadeiros não se esquecem. permanecem sempre.

cláudiagomes. disse...

Lindo...