4.1.11

Meras palavras

2 de Janeiro de 1997
"Partir (...) mas que belo verbo para ser conjugado. Principalmente em tuas mãos onde isso origina sempre uma maravilha, ainda que seja mal aproveitada. Deixa, deixa tudo ! Queima, rasga, parte e mata todos os rastos, ainda que poucos, que tens de mim. Suportei tanta coisa tua. Fodeste - me sempre e deixavas - me no fim na lama. Adorei - te aos Deuses, fiz juras, confessei sentimentos e provei - os. E para quê ? Para rigorosamente nada, meu querido, nada ! Mais tarde sentia - me sempre drogada em tua presença. A minha cabeça rodava a uma velocidade impressionante, e que tenho a certeza que se tu experimentasses, adoravas. Os meus olhos começavam a ficar esbugalhados e, um tanto ou pouco, adormecidos. Claramente me lembro de olhar para o relógio e tu dizeres - me que ainda era cedo; "ainda é cedo para a partida" foi isto mesmo que me disseste. Na altura, tudo não passava de uma frase, um conjunto de palavras e mais sílabas enlouquecidas, como eu. Com o passar do tempo associei os minutos às horas e sucessivamente as tuas palavras com a tua partida. E é por isso, fodasse, que estou aqui a escrever para ti. Não tenho nada para te dizer, mas no momento a seguir, já tenho tudo e o nada nas mãos para ti. Tenho o céu, a melodia e o mar. Que mais queres ? 
Agora diz - me : tudo poderia ser diferente, certo ? Tudo poderia ser um mar de rosas, correcto ?
Mas agora respondo - te eu, com um ardor na garganta louco e umas oscilações teimosas. Poderia, se ambos batalhássemos pelo mesmo e tu não quisesses sempre tudo demais ! Se tu no fim não me dessas facadas e me deixasses... Podia (...) realmente podia. Mas que piada teria isso para ti, não é ? Sem diversão, sem gajas e sem causar dor. Fodasse, foste merda para mim. E eu preciso de mais, sempre precisei do que tu não me davas. Eu prestei atenção a todos os sonetos, mal lançados, que tu soavas. Prestei atenção a todas as palavras e actos, ainda que tenham sido fora do contexto, que tu pressentias - te. No fim de tudo, eu dei - te valor ! Valor esse que ainda hoje se encontra perdido ou, talvez, esteja a ser dado à pessoa errada. Mas como queiras... não afecta. Ou melhor, afecta, mas prefiro dizer que não. Além de soar melhor aumenta - me o ego. Faz - me ser mais e mais. Ser mais daquilo que tu me proporcionas. 
E é por isso que, além de tudo, eu te irei escrever durante um ano meu caro. Porque sei que toda a merda que me causaste foi por mero e acaso, sem querer. Além de todo o mundo dizer que não, tanto eu como tu, sabemos que és um perdido a nível psicológico. Ages demais e pensas de menos. Mas ainda assim, gosto de ti muito... E ainda hoje não o consigo descrever e enchê - lo num saco para to dar. 
Mas certamente, um dia, te irei ensinar a colher as tuas tão desejadas frutas e a saboreá - las com prazer. Assim como fazias comigo e assim como fizeste com tantas outras. 
Tu nunca irás saber qual é o limite se não alcançares os mesmos, mas sem rigorosidade."

inventado

90 comentários:

● mariliaqueiroz ● disse...

amei tanto meu amor :T

andré disse...

wow!

maria inês disse...

é bem verdade meu amor :/
que liiiindo *-*

● mariliaqueiroz ● disse...

sim meu amor *.*
tu sabes que amo tudo que tu escreves :)

andré disse...

o texto tá brutal

Marisa' disse...

.de nada querida!
.a serio, tu mostras uma maneira diferente na forma que escreves que fazes sempre os teus leitores gostarem. Eu amei de novo (:

Inês disse...

Gostei muito minha linda (x

andré disse...

tá excelente, mesmo! acredita

Joana' disse...

Rute, este texto, vejo-me demasiado nele, escreves com alma :) amei ! (mais uma vez.. *.*)

Ana Luísa disse...

oh não exageres minha querida!
eu bem quero..
não agradeças, e mais uma vez está lindo, como já te disse milhões de vezes tu de facto escreves MUITO BEM! <3

łnn ۞ disse...

Os meus olhos viram uma coisa que pareceu que sim mas no entanto foi um milésimo de segundo tanto deu para verificar como não. A minha intuição diz que sim e isso é apenas terrível... O texto está lindo (':

Marisa' disse...

acredita que esta (:

maria inês disse...

não tens de quê :)

Joana' disse...

sinceramente, já não sou assim tão forte.. e passar por tudo outra vez, faz-me querer não sair de casa.. E também preciso de paz, força e paz..
Está sim Rute, cada vez que venho aqui, fascino-me com a maneira que tu descreves e pormenorizas sentimentos (tão bem..) :x

maria inês disse...

querida, só tu *-*

Ana Luísa disse...

mas sabes minha querida dão um trabalhão -.- e acordar de manhã e estar tudo horrível e não dar para por direito -.- o cabelo é mesmo teimoso!
escreves sim, minha pequena, se não o fosse não te dizia, acredita em mim, dá gosto "ler-te"! <3

''Tay' disse...

Gostei muito desse texto *-* me identifiquei com ele.

bjus =*

● mariliaqueiroz ● disse...

mas incomodo-te é ? :o

Marisa' disse...

de nada minha querida (:

Joana Villacampa disse...

profundo. amei tanto Rute!

FranciscaCid disse...

Gosto, super profundo :)

● mariliaqueiroz ● disse...

és mesmo má para mim gordinha :o

Ana Luísa disse...

nem é o volume, é mais ser eléctrico, nunca fica direitinho, lisinho -.-
não tens nada que agradecer princesa, mas acredita que escreves bem, isso te garanto!

FranciscaCid disse...

Muito obrigada e de nada :b

Ana Luísa disse...

é sim, mas mais vale tê-lo do que não ter ahah (a)

łnn ۞ disse...

O problema querida é que estou a sofrer por antecipação o que é pior que sofrer. Preferia saber e pronto, mas ainda não confirmei. Algo me diz que sim e isso parte-me completamente :/

Jú S disse...

mais um, já sabes que eu acho que és fantástica <3

Pois, eu disse...

Tãoo bonito :$

Jú S disse...

acho meu bem, está sentido como sempre *.*
ninguém diria que é inventado :b

Joana disse...

Muito obrigada querida *.*

maria inês disse...

ahhhw, assim fico sem jeito :$

Jú S disse...

eu sei eu sei :)
mas a forma como escreves é magnífica, e parece que sentes cada palavra... *.*

Vanessa Gomes disse...

obrigada querida *
ai que lindo (:

Jú S disse...

Isso há sempre amor, até da melhor pessoa do mundo há gente que não gosta.. é como tudo :D
mas que és magnífica, isso és, pelo menos na minha opinião

MADU disse...

Não escreves? Porra, está mas é calada. Eu amo a tua escrita.

Jú S disse...

oh minha tonta, se continuares a ser como és nunca me vais desiludir :)

Joana' disse...

eu sei, mas ás vezes não dá para se evitar :/
mas não são só umas simples palavras ;)

maria inês disse...

verdadeee

Andrea Soares disse...

Gostava de ler uma obra tua! obrigada baby

Jú S disse...

sim, eu sei princesa. mas tenho a certeza que tu escreves com o coração, mesmo que as coisas não sejam sentidas realmente por ti, por isso :)
e estou à espera de um livro teu ^^ <3

anne disse...

Rita linda ,obrigada :)

raquel. disse...

o teu está mesmo lindo, encaixei em tanto do que disseste :x

Jú S disse...

mas sei eu ;)

MADU disse...

Dizes tu, eu pelo menos gosto bastante.

Andrea Soares disse...

ainda perguntas ?

rits disse...

oh, obrigada eu (:

Jú S disse...

verdade :)

Ana Luísa disse...

fogo é que é mesmo ahah :)

PauloSilva disse...

Hume :)

Bem, quanto a este lindo textinho: surpreendi-me com a palavra "morte" acho que não assenta bem em blogue nenhum, mas no entanto li um pouco mais e compreendi. Não tem importância visto que não corta um ideal de sentimentos.

Gostei da parte: "Poderia, se ambos batalhássemos pelo mesmo" adequa-se a muitos casos da minha pequena vida.


Eu adorei mesmo o texto e admito ficar um pouquinho invejoso: afinal consegues demonstrar tanta realidade num texto inventado... ou não será totalmente inventado Rute? Faz-me confusão. Transmites demasiado para um texto meramente inventado.

Beijinhos linda *

MADU disse...

De nada <3

filipa disse...

obrigada meu amor.
outro texto lindo !

PauloSilva disse...

"morte/matar" é tudo a mesma coisa - sinónimos horríveis.

Não Rita, aii. Percebeste-me mal. Não duvido de seres tu a escreveres os textos, não sei porque ficaste com essa impressão.

Apenas acho que talvez não seja um conteúdo todo inventado.

Sarah disse...

Muito muito obrigada!
Que texto, adorei completamente, está lindo! *

Sarah disse...

Não tens de quê :D

Catarina disse...

Sweet, tudo pode ser diferente a questão é que existem milhares de pontos de vista, quando estamos de fora vemos as coisas de uma maneira completamente diferente. Adorei o texto, está super bom (:

Laura disse...

Adorei, porque infelizmente, aconteceu me :x

Laura disse...

Adorei, porque infelizmente, aconteceu me :x

Andrea Soares disse...

quem te disse isso coração ? :o

ana moura disse...

que lindo!

simple writer disse...

como gostei :D

Andrea Soares disse...

Tive a ler os comentários deste texto e pelo que deu para reparar, esse dizer que não inventes o texto ou o conteúdo não é tudo "falso", não é o caso de plágio, mas sim a questão de passar-se realmente contigo linda :s

simple writer disse...

eheh ;)

akitoueu disse...

É destes textos que adoro ler.Rigoroso,sentido,e com muito sentido...e se tu assim achas,está dito,e bem escrito!

Beijo

Moreira disse...

Frases fortes, sentimentos à "flor da pele", muita energia e revolta transmitida ;) gostei ;)

Muito obrigado :)

catty disse...

de nada, o teu blog merece!
e obrigada também :)

Cristiana Lourenço disse...

obrigado minha querida !

adorei :o

juca ♥ disse...

obrigdaa rute :s

Mariana Batalha disse...

obrigada! mas não é facil :/

Mariana Batalha disse...

muito obrigada querida!

หคтнყ disse...

Haa que lindo *-*

to seguindo

bjõ
(:

Núria Miriam disse...

adoro o texto linda *-*
podes me responder a uma coisa?: como fazes para os comentários ficarem em espera, ate aceitares?

yasmim disse...

ai amor, não digas isso. escreves tão bem, e não sou a única a dizê-lo.
vês, mais outro *.*

BarbaraCastro disse...

Brigada :D

Andrea Soares disse...

As tuas Histórias são completamente lindas :D

PauloSilva disse...

Tens razão. Desculpa se fui muito bruto <3

Marta disse...

infelizmente não posso fazer nenhuma das coisas que disse

Filipa disse...

a ultima frase, adoro!

Diana disse...

obrigada e feliz ano pra ti tambem amor +.+

KákáChi disse...

Invenção fantástica.
Fiquei cativa. =)
Vou seguir!!

juca ♥ disse...

esta lindo :o

Ana Catarina disse...

obrigada, adoro o teu blog (:

adriana. disse...

wow, está lindo amor!
obrigada por todas as palavras e forças ♥

Sue disse...

lindo, coo sempre*

Patrícia Amado disse...

obrigado, espero que este ano que começou há poucos dias seja óptimo para ti! desculpa só responder agora mas estou sem pc e vou continuar por uns dias :/

inêslobo disse...

meu deus, QUE TEXTOOOO *.*
juro que amo amo amo a tua escrita

ana cristina disse...

não me canso de ler os teus lindissimos textos *.*

raquel. disse...

não tens nada que agradecer fofinha (:

juca ♥ disse...

nao precisas agradecer !

Al* disse...

amei, como sempre.
tanta revolta transmitida! gostei imenso, foi como um espelho.

gostei imenso <3

Gonçalo disse...

Mais um texto que gostei :)
conheço o teu blog a pouco tempo mas estou a adorar lool

Parabens :D

bjo