12.12.10

A crise do amor

Para mim conhecer pessoas era completamente normal. Troca de simples palavras sem afectividade e pureza. Se calhar era ingénua de mais e o pensar que sabia tudo ainda ajudou mais. Já tinha visto muita coisa e pensava que quando chegasse a minha vez ia ser diferente. Mas tampouco foi assim. E a verdade é que quando chegou eu fiquei de mãos e pés atados. Provavelmente fora o medo que me impediu de prosseguir ou então somente a confusão. Era feliz, tinha amigos de coração e a escola ia bem. Não sei com exactidão dizer o dia em que te conheci, mas fora sem dúvida por a altura de Setembro. Fiquei uns belos 10 minutos a pensar seriamente nisso. Eu aproximei - me de ti e tu correspondeste.
Era completamente impossível para mim passar um dia sem falar contigo. Eu via a necessidade nos meus olhos quando me olhava ao espelho. Muita coisa aconteceu e eu magoei - te tal como tu. Mas a única coisa em que eu consegui ser acima foi no meu amor por ti, porque um amor verdadeiro não acaba com as guerras, as dores e as mágoas. Eu não desisti e lutei sempre, mas existem sempre coisas que eu não consigo admitir e uma dessas é a falta de força. Tu podias ter tido tudo de mim se soubesses usar. E é assim a nossa história. Um amor que acabou mal e uma perda de tempo, sim porque eu acredito fielmente na perda de tempo e posso mesmo dizer que só acontece com pessoas que não valem nada. E o que é que eu posso retirar disto que aconteceu ? Que de certeza que há mais corações por aí à espera de serem curados, como o meu andou. Mas ainda assim ele quis ser forte, quis sarar as suas próprias feridas e manifestar - se perante os outros. A verdade é que não aprendeu. Um coração por muito duro que seja amolece sempre em presença de quem ama, e eu não podia ser diferente. Porque te amava ? Talvez. O meu problema se calhar foi não estar preparada para a tua perspectividade em relação às coisas. 
A minha vida mudou e vi - me obrigada e embargar por caminhos, que eu sabia que iam ser maus. Mas segui sem olhar para trás, fielmente de que aquilo me traria paz. E trouxe, era uma paz misturada com prazer. Mais uma vez armei - me em forte e achei que o melhor era cortar todo o mal pela raiz. E novamente eu fiz - lo facilmente. Continuava a sonhar no dia em que, iria ver - me finalmente ao teu lado, mas esse dia nunca chegou. Talvez eu não tivesse lutado o suficiente, ou por ventura, foi a ironia do destino. Não é que acredite muito nisso, mas sei bem que a a ironia é tramada e fora ela, a principal causadora da nossa separação. Jurei - te tudo, dei - te tanto e com o tempo fora - me esquecendo de mim e dos outros. Perdi a noção de que eu precisava de sorrir e de abraçar alguém fortemente. Eu fui loucamente afectada, abdiquei da minha felicidade e isso é imperdoável. Sim, agora sei, mas e naquela altura ?  Não, ia dormindo como calhava mas sempre com a cara encharcada de lágrimas. Toda a gente me dizia para ser forte e que aquilo não valia de nada, mas elas sabiam o quê ? Somente o que contava e existe uma grande diferença entre o contado e o sentido e isso falhava nas pessoas. O sentido ! Ninguém conseguia chegar - me ao coração e eu via - te de uma forma tão genuína e única. Mas os sentimentos não podem ser alterados como os pensamentos, se bem que às vezes nem estes o são. 
Foram tempos complicados e foi um ano cheio de dor, mas posso dizer que a minha mentalidade cresceu e o meu coração ganhou força. Sim, ganhou a força que um dia tu me viste a perder e não fizeste nada.

83 comentários:

Cat disse...

Esta rapariga escreve tão bem $: Quem me dera escrever como tu minha querida *_* Por amor, fazemos coisas que às vezes só nos magoam :/

Daniela disse...

Está um texto tão profundo *-* Gostei imenso apesar de ser triste :$ Força minha querida ♥

łnn ۞ disse...

Amei :D

marta disse...

é incrível a forma como me chegas ao coração, a sério! não existem pessoas iguais, mas somos incrivelmente parecidas *o*

Cat disse...

Oh minha querida... por amor dizemos e fazemos coisas inconscientemente ou até conscientemente! É mesmo assim, o amor é isso mesmo... parece que o nosso corpo, a nossa cabeça deixam de funcionar e só vemos uma coisa á frente: a razão porque amamos. Enfim :) Escreves sim minha querida $:

Tânia Monteiro. disse...

Não, ficou para mim, apenas.
É muito a minha história.

Patrícia Amado disse...

mesmo perfeito! só pelo início já vale a pena ler até ao fim :)
"quando o amor é verdadeiro vence sempre", se esse teu amor não venceu, virá um que vencerá tudo e todos e a verdade é que os sentimentos não podem mesmo ser alterados!

Daniela disse...

Oh muito obrigada querida ♥

Cat disse...

Sim, aprendem-se coisas mas acabamos por nos magoar muito minha querida. É bom, crescemos, mas por outras vezes, ficam marcas que custam a passar e que por muitas vezes não passam!

Tânia Monteiro. disse...

Eu é sobre a minha situação familiar, que é muito delicada. :s

Jú S disse...

Lindo, fantástico, perfeito! Adorei mesmo meu bem, parabéns :D

Cat disse...

E se nos apoiarmos ás pessoas que nos adoram e se preocupam connosco mais fácil se torna ultrapassar : d Gosto de falar contigo querida Rute ♥

Tânia Monteiro. disse...

ohh, não tens de pedir desculpa x)

Jú S disse...

Sabes como é que eu quero que me agradeças querida? A continuar este belíssimo trabalho! Estarei sempre aqui a dar a minha opinião sincera ;) <3

Jú S disse...

Sabes como é que eu quero que me agradeças querida? A continuar este belíssimo trabalho! Estarei sempre aqui a dar a minha opinião sincera ;) <3

yasmim disse...

PERFEITO está este amor :o
adorei, adorei *.*

Jú S disse...

Claro que consegues :)

Cat disse...

Sim claro querida, acima de tudo, aprender com a dor, aprender a guardar a dor, a esquecer a dor... a sorrir mesmo não querendo. Passar a imagem de que tudo está bem. Lutar contra nós mesmos, contra os nossos sentimentos, sentimentos de dor, mágoa, raiva, tristeza... Custa, demora mas conseguimos! E se não nos sentirmos sozinhos querida, ainda é melhor : d
Oh obrigado $:

Laura M. disse...

sem palavras :|
nós precisamos de bater com a cabeça vezes sem conta para nos apercebermos que estamos erradas e que temos de lutar somente por nós!
muita força querida*

yasmim disse...

dou-te o apoio que precisares amor. escreves tão bem, amo todos os teus textos *.*

tatiana lousada disse...

obrigada.
é mesmo, tens toda a razão.

Cat disse...

És uma querida $: Força!

Cat disse...

Sim, mesmo $: Escreve muito bem!
Oh :$ A menina merece $:

hayley bellamy disse...

"Um coração por muito duro que seja amolece sempre em presença de quem ama (...)" verdade, mesmo amor.

Mafs disse...

QUero ver :$ o livro vai ser sobre o que amor ?

● mariliaqueiroz ● disse...

nao amor , nada s:
esta lindo , txt
amo-te (L)

Mafs disse...

Então começas-te muito bem mesmo amor (':

Laura M. disse...

compreendo :)
desejo.te então o melhor trabalho, o qual eu vou seguir :)
beijinho querida*

DF' disse...

No meu blog esta a decorrer uma sondagem.Se puderes da la um saltinho ;) obrigado.

Mariana Batalha disse...

Obrigada querida, texto lindoo! adoro

Mafs disse...

Acho mesmoo querida :$

DF' disse...

obrigado =D

hayley bellamy disse...

o pior é que se o tal coração não sente o mesmo por nos :(

hayley bellamy disse...

o coraçao q eu queria q sentisse o mesmo por mim, não o sente :/

Gabriela disse...

Obrigada Rute :)
Gostei muito deste post, embora esteja triste, mas exprimiste tão bem tudo o que sentes. Há realmente pessoas que não nos merecem, enfim.

joanabranco disse...

obrigado minha querida :$
que texto tão lindo! "um coração por muito duro que seja amolece sempre em presença de quem ama". adorei
beijinho *

hayley bellamy disse...

tu és uma pessoa linda, tanto por fora como por dentro*

yasmim disse...

amor acredita que escreves muito bem mesmo. e não sou só eu a dizer isso (L)

Corina de Oliveira disse...

muito obrigada pela tua ajuda, linda :D

DS disse...

tu escreves tão bem

danó disse...

Olha quem fala amor ♥

Sara Martins disse...

GRANDE E BELO TEXTO! <3

''Tay' disse...

Belo texto, triste, mais muito lindo.

bjus =*

Bocados de um quotidiano a 1001 cores disse...

eu reparo nesse pormenor e pensava que como diz inventado não era sobre ti. Mas é sempre bom quando transportas um pouco de ti para o texto, ficam sempre melhor, acho :)

Joana Villacampa disse...

acabo de ler o que escreves e quando acabo fico cerca de três minutos especada a olhar para o computador. a maneira como escreves, e transmites o sentimento, simplesmente, fascina-me!

danó disse...

opá, este texto está mesmo LINDOOO , porra *_________*

Bocados de um quotidiano a 1001 cores disse...

ainda bem que partilhamos da mesma opinião :p

dianacarina disse...

Obrigada querida !
Gostei muito do teu blog*
Já estou a seguir

Andrea Soares disse...

A sério, escreves tão bem, mas tão bem Rute :o
Sim, manda para uma editora *

hayley bellamy disse...

escreves de forma fa-bu-lo-sa!

Tânia Monteiro. disse...

Obrigada minha querida :$

danó disse...

Livro , meu amor ?

yasmim disse...

sabes que não é preciso agradeceres ♥

danó disse...

qualquer dia tens de me dar um autógrafo <3 *__*

hayley bellamy disse...

of course, honey *.*

Andrea Soares disse...

eu sei que é :)

danó disse...

óhhh *_____*

ana cristina disse...

se precisares de alguma coisa, sabes que estou aqui meu amor <3 @

dianacarina disse...

Obrigada, e de nada (:

ana cristina disse...

a serio? que boooom meu amor *.*

ana cristina disse...

fico à espera, ansiosamente, pelo segundo capitulo :$

Gabriela disse...

Obrigada fofinha, força também para ti :3

inês disse...

amei o texto. simplesmente fantástico :) as perguntas do teu selo oficial, é para responder no nosso blog?

ana cristina disse...

percebo-te perfeitamente, mas sei que estará lindo e admiro-te bastante!

joanabogalho disse...

não está nda amor, linda está a tua !
como ficaram as coisas?

ana cristina disse...

sim sim, admiro essa tua coragem e a tua força. a tua abordagem para a vida e a tua maneira de escrever

joanabogalho disse...

tens a certeza amor?

Mário disse...

Bem preciso :'(
Adorei mesmo o post Rute, está lindo *.*

tatiana lousada disse...

não tens de agradecer, eu é que tenho.

Ana Luísa disse...

LINDO LINDO LINDO !
aplico tanto isto a mim !

joanabogalho disse...

não te quero ver a sofrer amor

Tamires Buliki. disse...

Obrigada mesmo pelo selo, logo logo estarei postando! Beijo.

Jú S disse...

Até me arrepiei querida! :$

sara disse...

oh obrgada rute :)
está aqui um belo texto.

meninadolápismágico. disse...

a parte de adormecer com a cara cheia de lágrimas, eu sei o que isso é ...

gostei.

PauloMitchell disse...

Também estou a escrever um livro mas faço ao contrário: escrevo no blogue e uso esses posts na constituição.

Bem, quanto a este inicio: eu acho que daria muito melhor para um último capitulo. Um capitulo em que falasses de todo o livro e todos os pontos em que falaste: desde que o conheceste à parte de quereres dormir bem e tranquilamente. No entanto creio que tens ideias para desenvolver ainda mais. Sabes o que é que falta? Uma descrição em tempo real, física. Mas o psicológico está lindo. Doloroso mas por vezes afável.

Bem, amei a parte «Perdi a noção de que eu precisava de sorrir e de abraçar alguém fortemente».

Continua!

Al* disse...

tão triste :s
mas verdadeiro!
Rute, vou sempre acompanhar-te porque nos textos encontro respostas e gosto imenso de ler os teus textos.

O que vale é que conseguimos sempre tirar partido daquilo que em tempos, mais nos magoou , mais nos deitou abaixo, mais nos fez chorar ! O que vale é que somos fortes sem o saber :)

Moreira disse...

Absolutamente perfeito...quero continuar a ler ;)

Muito obrigado :)

Sara Martins disse...

está simplesmente perfeito. fá-lo <3

Rui Águas disse...

escreves lindamente (:

Izzie Williams disse...

querida, se há coisa em que eu acredito é que tudo acontece por alguma razão, não é mero acaso ou simplesmente porque sim, acontece porque haveria alguma razão e tal como o dizes cresceste e ganhaste forças, há males que vês por bem*

ana disse...

rute, amo o que escreves! mesmo! continua!

a catraia disse...

e aqui começa mais uma Grande (com um g bem maiúsculo) história :)
p.s. mil ♥ para a fotografia