13.12.10

A crise do amor - 2ªParte

Setembro
A escola estava a começar e eu sentia necessidade de começar a interagir com gente diferente do meu quotidiano. Sim, tu foste quem por acaso o fez e também foste quem por acaso eu logo a seguir me apaixonei. Ouvi - te com o máximo de atenção e desde logo essas tua profecia e espontaneidade me prenderam a ti. A seguir falei eu e os teus olhos seguiam cada passagem e gesto que fazia. Confesso que ficava muito inibida ao teu lado, mas comecei - me a sentir como nunca. Sentia - me feliz do dia à noite e também amada. Posso mesmo dizer desde já que foste o maior amor da minha vida. Por ti afastei - me de pessoas e cortei relacionamentos com elas. Diziam muito mal de ti e que eras isto e aquilo, mas com o tempo fui - me apercebendo que na verdade não eras mau, eras estúpido, mas eu aceitava - te da forma que eras, porque além de tudo foras o único que me dava tudo. Desde logo começaram as palavras queridas que são sempre proferidas quando ainda se está a conhecer alguém e depois sim, chegaram as tais conversas de dias inteiros. Não, eu não conseguia nem passar umas horas sem falar contigo. Era uma sede inigualável e o meu mantimento. Mas existe sempre uma parte em que as promessas começam a aparecer. Provavelmente não de propósito mas com o tempo elas já foram proferidas e ainda não cumpridas. Eu não ligava às tuas diferenças, era uma amor e o amor é sempre novo. A verdade é que me começaste a magoar com pequenas falhas que para comigo tinhas. Talvez não fossem as mais graves, mas tinham um peso, tal como tu, no meu coração. E eu ainda era uma miúda que provavelmente encontrava - se num estado ligeiramente ingénuo. 
Neste mês todos os sentimentos e dúvidas ficaram bem claras e contudo, era o primeiro mês e provavelmente o mais feliz neste ano todo. Só que as tuas falhas foram - se agravando com o tempo, não só a pressionação e quereres estar comigo quando eu não podia, como também exigires demais de mim. Confesso, estava a entrar em louca e ainda nem um terço de tudo o que me fizeste tinha experimentado. Mas adiante, isso não fez com o que existia entre nós fosse afectado, simplesmente contribuiu para o arrefecimento da união que tínhamos.
" Amo - te como nunca amei ninguém " e eu acreditei, como a princesa acredita sempre no príncipe encantado. Mas aqui, fora bem diferente, não tinha ar de princesa e pelos vistos tu muito menos de príncipe. Mas naquela altura achava - te sem dúvida a perfeição que os meus olhos tanto procuravam e nunca tinham encontrado.

87 comentários:

filipa disse...

adorei, mais uma vez amor *.*

Mafs disse...

É mesmo verdade minha querida mesmo mesmo! obrigada (': adorei o teu post!

filipa disse...

nada se compara a ti amor <3

Catarina Bessa disse...

Está perfeito .

filipa disse...

ohm $; e nunca te cansas , ham ?! que querida, meu deus !

Mariia disse...

é verdade, por muito que a verdade doa temos de a entender

SaraGomes disse...

que querida (:
gostei bastante!

Mafs disse...

Não precisas de agradecer minha querida, não precisas mesmo <3

lá love disse...

adorei :)
muito obrigada querida **

ana disse...

meu amor, não precisas de dizer nada. apenas quero que continues a escrever :) ADORO!

Sarah disse...

Muito obrigada :') Adorei este texto, está tão bonito! Sabe tão bem ouvir essas palavras que os nossos príncipes nos dizem, mas é tão mau quando começamos a pensar que não passavam mesmo disso, palavras..

Sarah disse...

é mesmo.. enfim. beijinho*

Catarina Bessa disse...

Obrigada meu amor <3

ana disse...

então pronto :)

- FranciscaCid disse...

Está lindo, lindo, lindo *

Laura M. disse...

Lindo *-*
estou completamente vidrada nesta 'história' !

alexandrapinto disse...

adoro!

Jú S disse...

Cada vez melhor, acredita *.*

Corina de Oliveira disse...

Muuuuito obrigada pela tua ajuda na renovação do meu Reino :D

João52 disse...

Cara Rute...

Em primeiro lugar, peço desculpa pela "invasão do teu espaço" que para dizer a verdade até gostei do que vi...

Quanto ao teu post...

É sempre bom quando encontramos alguém que começamos a amar... mas deixar de ver e dar ouvidos aos outros que nos querem bem, por mais dificil que seja é algo que não devemos fazer, pois nem sempre nós vemos as coisas mais acertadas... o que pensamos ser para nos magoar por vezesé o mais certo para nós...

e como tu propria disses-te no teu post, o que pensavas ser a tua grande felicidade, acabou por ser a tua tristeza que deixou a beira do abismo...

Saudações poéticas

PauloMitchell disse...

Eu gostava de poder dizer que sou feliz, e de o ser mesmo. Mas não chegou o dia.

Adorei o texto $:
Todos nós quando amamos, dizemos que aquele ser é perfeito, único. E depois vemos que é comum e banal. Mas amamo-lo na mesma porque é simples.

Joana' disse...

Eu também espero que seja assim muito tempo :x mais uma vez este post.. apenas uma palavra: PERFEITO . :) escreves bem demais para a humanidade rute :b

Mariana disse...

está a ficar lindo!
por vezes exigem mais do que somos capazes, mas se exigem é porque acham que temos essa capacidade.
continuaaa ...

Aniinhas disse...

obrigada querida, também gostei muito de teu *.*

- Filipa * disse...

seii o que é isso ... mas tems que seguir em frente ! GOSTEI DO TEXTO :)

ana disse...

obrigada meu anjo :)

Mariana disse...

ó, obrigada (:

Maggs disse...

isso é bem verdade.
mas também se a facilidade existisse alcançar algo deixava de ter valor.

Marta ' Ferreira disse...

amor qual e o nome das ultimas musicas que puseste aqui no blog??
pelo menos das ultimas 3 por favor... :)

Ve.B e Nina disse...

Amei o post, eu e minha amiga estamos fazendo um concurso no nosso blog ( www.garotaa-moderninha.blogspot.com) e eu adorariaa se voc participasse ,obg e beijokass no coração...

ana cristina disse...

está lindo amor, mas já vi que sofreste muito ao longo do tempo :/

s. disse...

muito obrigado querida *

ana moura disse...

muito obrigada:)

Mariana disse...

pois não, mas por vezes temos que ter paciência.

ana cristina disse...

não merecias --"

yasmim disse...

é que é mesmo amor, tenho e sou obrigada a resistir !
continua , estou a gostar (L)

Maggs disse...

eu não faço parte desse grupo ;)

ana cristina disse...

e tornaste mais forte :)

Jú S disse...

Espero bem :b
Oh meu anjo, estou ao teu lado a apoiar-te nisto, sabes bem! Não agradeças :)

- Filipa * disse...

ainda bem :)
e obrigada tambem :P

Sôw. disse...

ADOREI !
acho qe foi (:

Al* disse...

despertam sentimentos que depois nao conseguem aguentar que alguem sinta algo asim por eles. acham que é demasiado e nós sempre a dar-lhes o melhor de nós , o melhor e o que temos e não temos. Depois vêem que estamos a ser mais que verdadeiras e assustam-se com a nossa ideia, mas no fim , foram eles que despertaram o melhor em nós e fizeram com que amassemos e pensassemos pela primeira vez, na existencia da felicidade, da perfeição e do suposto principe encantado ! è pena que depois nao passa tudo de grandes palavras ditas por pessoas pequenas, pois nao as sentem realmente, afinal nao as sentem -.- .. amam despertar paixoes que depois nos magoam e saimos mal desta historia -.-

Minha querida, amo realmente o que escreves . Consigo ver que é verdadeiro , nem sabes o que as tuas palavras me ajudam e por isso , Obrigado por fazeres com que desfrute destas tuas palavras, obrigado por as divulgares, aserio , obrigado <3

honney m disse...

oh, obrigada *.*

Maggs disse...

eu não quero ser.

yasmim disse...

sim amor. estarei à espera !

honney m disse...

gosto imenso do teu blog O:

Maggs disse...

mas há aqueles que se dão logo por derrotados.

Sue disse...

muito obrigada :$

honney m disse...

de nada as verdades são para ser ditas! :)

Al* disse...

e anseio por saber o que vais fazer apartir deste titulo " crise de amor "

Maggs disse...

eu também /:

Al* disse...

vais fazer mais continuaçoes com este titulo !?

- FranciscaCid disse...

De nada querida

Criis disse...

obrigada c:

alexandra disse...

muito obrigada querida ! gostei*

Tânia Monteiro. disse...

está lindo, mais uma vez!

Hapi disse...

Vou :D

● mariliaqueiroz ● disse...

sim mesmo amor . e tu ? como estás amor ?
amo-te <3

● mariliaqueiroz ● disse...

ainda bem meu amor +.+
e quanto á historia . gosto muito !
e da maneira como escreves ...

simple writer disse...

de nada :P

andreia r disse...

adoro, Rute linda ;)

andreia r disse...

só digo verdades, completamente !

alexandrapinto disse...

Obrigada. OBRIGADA mesmo :$

sofiaszafman ♥ disse...

Adoro , é viciante ler os teus textos :$

PauloMitchell disse...

Obrigado Rute.

Cláudia disse...

De nada :) Os teus textos são LINDOS +.+

Maria Alves disse...

Sem dúvida :)

Adorei o texto, sobretudo o último parágrafo

Hapi disse...

Muito obrigada querida :)

Cláudia disse...

SÃO SIM!!! :)

alexandrapinto disse...

mas eu faço questão :$

anacarina. disse...

amei *-*
(obrigada *-*)

filipa disse...

és uma fofinha tu *.*

Aniinhas disse...

de nada fofinha :3

Silvia Santiago. disse...

como otra vez, ADOREI, este teu post.
continua assim, que nós leitoras, te vamos seguir, es muito boa. :)
ps. eu amo a dança *.*
beijocas.

Larah disse...

estava louca para esta segunda parte, está lindo :D

Isabel disse...

Está lindo querida *.*

jo disse...

é bom recordar. amei mais uma vez

filipa alves disse...

eu deixei... o meu pai andava a fazer quimioterapia e nao tinha oportunidade de estar em dois lados, teve de ser mas sinto saudades começei menos novinha pra ai 6 anos. So fiquei em primeiro lugar uma vez o resto era 4º 5º dependia sempre... Ate que deixei pronto teve mesmo de ser. As vezes ainda vejo os rapazes que andavam comigo, Andei no ADP e tu onde andas?

Ana Luísa disse...

és uma querida, obrigada por tudo <3

● mariliaqueiroz ● disse...

amo a tua normalidade (:

DS disse...

Gostei imenso.

Daniela disse...

Desta vez não foi inventado :)

Mário disse...

Gostei muito mesmo! :)*

Corina de Oliveira disse...

tu vais trocando as imagens de fundo nao vais?

Isabel disse...

Obrigada querida (:

Anónimo disse...

este texto fez-me lembrar tudo aquilo que vivi durante nove meses, e sinceramente tocou-me mesmo.
digo-te desde já que escreves mesmo bem, e este texto, estruturado da maneira que está, fez-me sentir tudo, e quando digo tudo é tudo mesmo, visto que o que passei é este autentico retrato!

RuteRita disse...

Muito obrigada Anónimo. às vezes pensámos que as coisas só nos batem a nós à porta.
sempre que quiseres, és bem vindo