3.11.10

The dark side

- Já todos tivemos um grande sonho, o maior amor, a mais fiel amizade e o dia mais feliz. Mas isso foi - se, não foi ? Isso foi só por instantes. A amizade não permaneceu, nem o amor. E o sonho ? Esse tampouco se concretizou, depois de eu andar cegamente atrás dele.
- Acreditas que é sempre tudo assim ?
- Não. Acredito que nunca nada é para sempre, e acredito também que se nos deixarmos levar pelo vento, passamos por experiências que nem pensávamos passar.
- Achas que isso é bom ?
- Acho. Acho que assim, eu sei que tu (...) serás por algum tempo, tal como tudo o resto.
- Não sei. Eu não quero ser assim para ti, não deixes por favor. Tenho medo, tenho muito medo.
- Não tenhas, até porque a vida é feita de pequenas alegrias e enormes desilusões. Mas, o nosso corpo já tá preparado para isso. A nosso pele já tem o dióxido que necessita e os nossos ossos já são resistentes o suficiente para superarem isso. 
- És tão sarcástica a falar...
- Ahahaha. Não me faças rir. Se reparares bem, há sempre algo que destrói as coisas. Por exemplo : as pessoas quando estão casadas há imenso tempo deixam de pensar se é amor ou não. Já é habito, e se ficarem longe dessa pessoa, ficam mal mas não é porque a amam, é porque sentem necessidade, porque já tão habituadas de tal forma, que não conseguem. Há sempre um amor que acaba mal, há sempre uma cicatriz que não sara e há sempre uma dor incurável. E depois da morte, tudo voa... Vêem novos ventos, ventos jovens que despacham aqueles que nos viram morrer, e os nossos sonhos, amores e tudo o resto, descansam em paz ao nosso lado. No lado obscuro, no subterrâneo. Naquele local, onde imensa gente teme, naquele local onde ninguém quer ir, mas acaba sempre por ser fiel a ele.

Inventado



61 comentários:

Catarina Bessa disse...

Escreves tão bem. Não tenho palavras.

suellen cristina disse...

Está Lindo! Está mesmo muito Lindo!

Catarina Bessa disse...

Acredita que escreves maravilhosamente bem.

Catarina Bessa disse...

Acredita que escreves maravilhosamente bem.

Catarina Bessa disse...

É a minha opiniao sincera :)

joey disse...

amor, ontem fui à povoa (a minha mae trabalha ai :c)

- joanarocha disse...

obrigada eu .
- e esta lindo .

Catarina disse...

Fizeste-me abrir os olhos.
"(...)se ficarem longe dessa pessoa, ficam mal mas não é porque a amam, é porque sentem necessidade, porque já tão habituadas de tal forma, que não conseguem. Há sempre um amor que acaba mal, há sempre uma cicatriz que não sara e há sempre uma dor incurável."
Adorei

joey disse...

vim sim :c
amor, quantos pingo-doce há ai? xD

Maggs disse...

é linda. e o teu texto também $:

silenciodosegredo disse...

lINDOO

SR disse...

Eu é que agradeço meu bem :D

filipa disse...

obrigada fofinha (:

Nina disse...

Estou bem amoree! Obrigada!

Amei seu post! Escreves perfeitamente bem!


Bjos

Nina

adriana. disse...

escreves tão bem! até dá gosto ler os teus textos milhares de vezes :o

Vanessa disse...

Gosteii *

anacarina. disse...

gostei tanto :O

marisa machado disse...

fica sempre bem :b

adriana. disse...

oh, obrigada :)

● mf ● disse...

ainda bem (;
nao é exagero nenhum .
esta maravilhoso (;

Juu* disse...

oh $: obrigada eu ^^

tatiana lousada disse...

ow, obrigada.
é bom saber disso.

marta disse...

lindo e perfeito...como sempre :D

Du disse...

adorei este post!
pois, é o M-E-U Freddie *-+

Vanessa Gomes disse...

obrigada, eu amo o teu blog escreves textos bastante profundos *
uma amizade baseada na mentira não é amizade querida *

- Carla disse...

amei mesmo Rute (:

Beatriz Cruz disse...

adoro o que escreves a sério :o

Silvia Santiago. disse...

obrigada querida!
adorei o teu post, está lindo. :)

Francisca Cid Souto disse...

Omg!
Está profundo
(obriigada :D)

Joo disse...

Está tão lindo, para não variar +.+

Tânia Monteiro. disse...

É aquilo que já sabes: a desilusão com a amiga :s

filipa alves disse...

la esta nao posso :\
adoro o que escreves fogo. beijinho

Sue disse...

tenho medo de a perder. tenho mesmo muito

anna disse...

o teu blog está fantástico $:

poesias maria do carmo disse...

Muito lindo,um pouco triste,quando tudo acaba...Abraços.

Filipa disse...

' todos os teus textos são fantásticos, forma de escrita.
( por acaso derreti-me com aquela música )

sandra disse...

gostei :)

jo disse...

esta optimo rutee. e ja agora, qual é o nome da musica que tens?

Laura disse...

Adorei o teu blog *.*
Parabéns, escreves muito bem =P
Podes dizer me o nome da musica que toca quando entramos no blog? É bue linda ^^

beijinho*

Ana Luísa disse...

muito obrigada, digo o mesmo disto

béc's. disse...

sem palavras!

Sara Pereira disse...

ainda bem que gostaste (:
está liiindo, mesmo *.*

simple writer disse...

está tao maravilhoso *-*

Al* disse...

mais que Lindo +.+
Amei !

Isabel disse...

Está lindo !

Raquel ♥ * disse...

obrigada eu *

c. disse...

tenho de concordar : nada é para sempre :x

dear sarah disse...

Que lindo!
é imortante cultivar sentimentos.

Alexandra disse...

adorei, já estou a seguir ;D

Tânia Monteiro. disse...

Parece que sim :(

Juu* disse...

obrigada $$´:

Sue disse...

gosto tanto dos teus textos

joey disse...

oh fogo, a minha mãe trabalha mesmo ao pé dum amor!
pois, mas custa sempre :s

tatiana lousada disse...

obrigada, mesmo.

Tânia Monteiro. disse...

Não Rute, já não há mais nada a fazer :x

joey disse...

na povoa, é tipo tá o pingo doce, tá o salão, e dp uma imobiliaria e um cafeee

Tânia Monteiro. disse...

Infelizmente sim

tatiana lousada disse...

ow, que simpática :$

joey disse...

mas devias saber, fogo quero ver-teee :c

Tânia Monteiro. disse...

apanhei uma grande desilusão com uma grande amiga :S

Patrícia S. disse...

Faz tudo sentido, o que escreveste