24.7.10

Habitual


Não sei, mas... sinto uma enorme dor no peito. À tempos atrás terias me dito que era o amor, mas agora. Agora não é amor, eu sei ! É saudade, é dor, é tristeza, é uma mistura de sentimentos negativos que eu carrego. Mas, como posso eu livrar - me deles, se tudo à minha volta é negativo ? Tudo revela tristeza, dor, angústia, amargura, ... Eu sinto - me cansada, cada vez mais. Eu não posso ser assim, eu sei ! Mas eu quero enganar afinal quem ? Sorrisos forçados, comportamentos forçados... eu estou farta ! Eu só quero estar sozinha, e gritar o que for preciso até me sentir melhor ! Sem ninguém me chatear, nem me julgar ... Eu sinto - me presa por mim mesma... e isto sufoca - me ! Nem comigo mesma sou verdadeira ! Eu preciso de renovar ! Renovar a minha vida, a minha sombra, os meus medos, ... tudo ! Eu preciso de me libertar, de me sentir livre, e feliz ! Eu preciso de alegrias, mas só as tenho quando vos tenho comigo. Quando vocês saem para lá daquela castanha porta, o meu mundo escurece... tudo muda, tudo tem uma revolução ! Eu não quero ser assim, eu não quero chorar por tudo, eu não quero sofrer por saudades, eu só quero ser o que era ! A velha Rute do costume, que estava sempre com um sorriso na cara. Que brincava com tudo, que se ria da coisa mais estúpida... eu só queria ser eu ! Tu mudaste - me, tu tives - te um poder em mim tão grande ! Mas , eu sei que a velha Rute não desapareceu para sempre, ela só está escondida aí nalgum canto, a espera que eu a encontre, ou então... não quer aparecer ! Eu sinto - me vazia por dentro, sem vontade nenhuma de erguer a cabeça e andar, voar, e acreditar ! Sei que foi melhor assim, mas eu não pedi para sofrer, eu não pedi para desapareceres ! Já não existe felicidade em nada que vejo, e já não acredito mais no amor, porque ele não existe ! Ele é uma simples ilusão criada por nós, e depois quando abrimos os olhos, vemos a verdade, a cruel verdade !

18 comentários:

Sophie & Scarlett disse...

Esta unico amor :D
Cada texto toca-me bastante querida!
Continua por favor(L)

sandra disse...

és uma querida, e dás-me imenso mimo com os teus comentários super lindos. obrigada!
gostei imenso do post, adorei aliás. já para não falar da música que é um autêntico hino do meu coração!

Saraa disse...

Cada texto teu, toca-me sempre amor (:
AMO-TE & CONTINUA ASSIM <3

sandra disse...

eu adoro os teus textinhos, amo lê-los porque revejo-me tanto em alguns deles, acredita. aliás, acho que todos nos conseguimos rever em tudo, nem que seja um pouquinho.
os guns devem ser das minhas bandas do coração, não fosse esta uma das minhas músicas preferidas de sempre :')

Jinii pinto ♥ disse...

Olá, eu sei que tu seguias o meu blog de fotografias só que eu fechei esse blog por alguns motivos, agora tenho um novo e ficava muito agradecida se me seguisses nesse, agora.
Aqui esta o link: http://bolso-rasgado.blogspot.com/
ps.: como o criei hoje ainda não tem muita coisa mas a cada dia que passe eu irei postar muitas fotos e escrever várias coisas.

Obrigada :)

sandra disse...

tristeza ou não, o que interessa é que vem do coração. não acho que haja outra maneira de escrever bem. e tu escreves bem, acredita.
tenho muito orgulho em gostar de bandas assim :)

joanabranco disse...

obrigado por todos os comentários, és um amor!
e esta música é linda, guns <3

sandra disse...

não suporto mesmo essas bandas. era acabar com elas todas, é só poluição sonora!

sandra disse...

eu não aguentava. mas é o que portugal mais incentiva. tem boa música, e só passam pirosada. enfim, vivemos num país de gente muito crente!

a extensão do pensamento. disse...

Escreves mesmo bem. Também gostei do teu blog e por isso, tal como tu vou seguir. Beijinho**

sandra disse...

e eu que sempre pensei que fosse a única a ter vergonha de um país assim. opá, disto os estrangeiros não devem saber, portanto ninguém liga. que humilhem os portugueses, entre os portugueses que não faz mal. e aposto que é o que maior parte pensa... argg, que isto mete-me com uns nervos!

sandra disse...

é por isso que adorava ter nascido nos estados unidos. sitios tão variados, uma cultura tão diferente. adoro!

Cátia Mourisca disse...

Não estejas assim.
Ergue a cabeça, mostra que és capaz, com ou sem.
Tenta ser forte e apoiar-te em alguém que te quer muito bem e é tão feliz como tu foste.
Não desistas, vais perceber que o amor por vezes é só um desperdício até de anos.
beijinhos.

Joana disse...

obrigada, mas eu agora nao uso muito aquele blog :) também gostei do teu, vou seguir também*

danó disse...

opá, que parvo -.-
olha olha gosto muito da imagem do blog nova, e neste textinho nem se fala minha queriida :)

danó disse...

claro que podes,
leva, é todo teu querida * (:

Alison disse...

Mesmo, mas é uma pena... :s

Tânia Lebási disse...

adoro o teu blog
vou seguir :)